terça-feira, setembro 17

Isabel do Carmo. Hoje, a estrutura é demasiado ampla para se pôr bombas



Depois de quase cinco décadas no SNS, Isabel do Carmo deixou este Verão o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Sentiu-
-se nos últimos anos, enquanto directora do serviço de endocrinologia, como uma bombeira que vê as listas de espera a aumentar, e os utentes reclamar. A médica sai preocupada com a saúde mas, acima de tudo, com o país: “Este governo é catastrófico”, lamenta.

Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso