domingo, setembro 15

Governo entregou convergência de pensões "pela calada"


O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, criticou hoje o Governo por ter enviado para o Parlamento, “pela calada”, na sexta-feira, a proposta de Lei para a convergência de pensões entre os setores público e privado.
“Ontem [sexta-feira], pelas sete da tarde, quando fechava ao fim de semana, pela calada da sexta-feira”, é que o Governo entregou na Assembleia da República “a proposta de cortes nas pensões para a administração pública”, criticou.
Uma proposta, sublinhou Jerónimo de Sousa, que prevê “cortes brutais sobre quem trabalhou e descontou uma vida inteira”, nomeadamente “nas pensões de sobrevivência, particularmente no setor da administração pública”.
O secretário-geral do PCP discursava em Montemor-o-Novo, no final de um almoço de apoio à candidatura da CDU à Câmara daquele concelho alentejano nas autárquicas do próximo dia 29, cuja lista é liderada pela atual presidente da autarquia, Hortênsia Menino.

Marcadores: , , , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso