segunda-feira, setembro 30

Grande Porto. PS perde Matosinhos, PSD perde Vila Nova de Gaia


Luís Filipe Menezes saiu de Vila Nova de Gaia e escolheu Carlos Abreu Amorim para lhe suceder, depois de problemas na concelhia, onde queriam Guilherme Aguiar para candidato. Em Matosinhos, António José Seguro preferiu António Parada e Guilherme Pinto. As duas escolhas dos partidos a nível nacional acabaram por perder.

Na região do Grande Porto, as notas mais importantes saem de Gaia e de Matosinhos. Em Gaia, o PS resgata a câmara, depois de Luís Filipe Menezes a ter ocupado durante 16 anos. Eduardo Rodrigues é o novo presidente da câmara e prometeu “uma nova forma de fazer política”, para além de fazer “tudo para não desiludir”.

Carlos Abreu Amorim perdeu. O candidato do PSD lamentou a derrota e chamou-a a si: “Assumo toda a responsabilidade por este resultado eleitoral. Apresentei-me com um projecto de continuidade, fui escolhido pelo Luís Filipe Menezes, mas não tive a capacidade de mostrar aos gaienses que era um projecto de continuidade. Devem ser recusados todos os ensaios de leituras nacionais.”

Contudo, Carlos Abreu Amorim lembrou que, se não houvesse uma candidatura independente (que partiu o eleitorado social-democrata ao meio), “a vitória seria do PSD e não do PS”.

Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso