quarta-feira, agosto 28


O secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, admitiu ontem que o governo vai avançar com novos programas de rescisões amigáveis no Estado para outros grupos profissionais. O critério a seguir será o mesmo do actual programa, ou seja, os convites serão feitos a trabalhadores colocados em carreiras com os vencimentos mais baixos, abrangendo agora os quadros intermédios.
Na primeira reunião de acompanhamento do programa que arranca dia 1 de Setembro participaram, além do governante, Helena Rodrigues, pelo Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado, e José Abraão, pela FESAP, não tendo a Frente Comum enviado nenhum representante por se recusar a participar neste processo. Esta comissão continuará a reunir-se regularmente até ao final do programa, que encerra a 31 de Novembro, devendo o processo estar concluído até ao final deste ano.

Marcadores: , , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso