sábado, agosto 31

2224 milhões. Prejuízo causado pelos incêndios em 10 anos


Nos últimos dez anos os prejuízos com os incêndios florestais em Portugal ultrapassam os 2 mil milhões de euros. De acordo com dados do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), as perdas ambientais e materiais resultantes dos incêndios na floresta atingiram 2224 milhões de euros entre 2002 e 2012. Este montante corresponde à destruição de 1,5 milhões de hectares de floresta. A dimensão das perdas equivale ao efeito na despesa pública do corte dos subsídios de Natal e de férias de funcionários públicos e pensionistas no ano passado e que foi chumbado pelo Tribunal Constitucional.
A média anual de prejuízos é de 202,3 milhões de euros, mas há grandes diferenças em função da dimensão da área ardida. Quase metade das perdas verificadas nos últimos dez anos concentra-se em 2003 e 2005. Nos dois anos com pior registo de fogos florestais arderam cerca de 765 mil hectares, com uma factura de perdas avaliada em 1,1 mil milhões de euros.

Marcadores:

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso