sexta-feira, novembro 23

RTP. Membro da direcção de informação acompanhou PSP durante o visionamento


A demissão de Nuno Santos do cargo de director de informação da RTP abriu uma polémica entre a estação pública, a PSP e o governo. O ministro da Administração Interna ordenou ontem à PSP uma “averiguação exaustiva” ao caso das imagens que supostamente terão sido visionadas pela polícia. Miguel Relvas, que tem a pasta da comunicação social, concorda com a abertura de um inquérito na televisão pública sobre o acesso a imagens em bruto por parte da PSP e a redacção reuniu ontem em plenário para debater uma moção “de descontentamento pela politização que está a ser feita pela comissão de trabalhadores (CT) da estação”.

Marcadores: , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso