terça-feira, agosto 7

Gestores de Crato na Parque Escolar dão razão à anterior administração



A actual administração da empresa pública Parque Escolar, nomeada em Março pelo ministro da Educação, Nuno Crato, apoiou as decisões tomadas pelos anteriores administradores referentes às obras de modernização em duas escolas do Norte do país, as quais, segundo o Tribunal de Contas (TC) se traduziram em despesas e pagamentos ilegais que ascendem a 18 milhões de euros.                           

Marcadores: , , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso