terça-feira, maio 28

Permanência na mobilidade reduzida para 12 meses


O período de requalificação dos funcionários públicos excedentes será de 12 meses. De acordo com Helena Rodrigues, vice-presidente do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE), esta foi a solução transmitida pelo secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, na reunião desta terça-feira, mas não há ainda uma proposta escrita.

Na versão inicial, o Governo previa que os funcionários que não têm lugar em serviços reestruturados passassem por um sistema de requalificação durante 18 meses. Porém, a proposta evoluiu, passou a prever subsídio de desemprego, e foi decido reduzir a permanência na requalificação.

Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso