domingo, maio 12

Seguro acusa Passos de ter mentir e violar promessas feitas aos funcionários públicos



O secretário-geral do PS, António José Seguro, acusou hoje o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho de ter “mentido” e “violado promessas” feitas aos funcionários públicos, dizendo-lhes que não existiriam despedimentos, nem redução de salários.

“O primeiro-ministro disse há dois anos antes de começar de começar a campanha eleitoral (…) que tinha feito as contas e que estava em condições de garantir ao país que com ele não haveria despedimentos, nem redução de salários na função pública. Há alguma coisa que mine mais a confiança entre os eleitos e os eleitores do que uma mentira ou de uma promessa não cumprida, que é a mesma coisa? Não há”, acusou o secretário-geral do PS, António Seguro.

Marcadores: , , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso