sexta-feira, dezembro 21

Presidente do Hospital de S. João acusado de “leviandade intelectual intolerável”


O Colégio de Cirurgia Geral da Ordem dos Médicos considera “inaceitáveis e merecedoras de repúdio” as declarações do presidente do conselho de administração do Hospital de São João, no Porto, quanto à média de cirurgias realizadas naquela unidade, exigindo que se “retirem consequências” das afirmações de António Ferreira.

Marcadores: , ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso