domingo, junho 24

'E não é que o Gaspar fala?'


É verdade, ele agora fala. E enquanto fala, vai bufando – como um gato – zangadíssimo por lhe andar a arrastar o nome na lama. Mas não foi sempre assim… Habituei-me a chegar de Lisboa e ouvir um desfiar de queixas felinas, (por sinal), bem justas.
Entre os miados, nunca tive dúvida que o Gaspar – o gato – reclamava por eu ‘zarpar’ às terças e só regressar às sextas-feiras. É que ele não gosta nada de passar o tempo entre a sala e o terraço só com a companhia da veterinária que, por ser filha do dono, lhe vai dar a ração diária e algo extra.


Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso