sexta-feira, abril 27

Governo avança reformas no Estado mesmo contra os sindicatos

retirada do I

Não se pode dizer que as negociações entre o governo e os sindicatos da função pública estejam a correr bem. Mas ao contrário da concertação social, onde era importante que houvesse um acordo para mostrar à troika, no Estado as vozes são unânimes: é preciso cortar na despesa, reduzir o número de trabalhadores e diminuir os cargos de chefia. Com ou sem o acordo dos funcionários e de quem os representa.

Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso