segunda-feira, maio 7

“O euro foi uma espécie de 50% Pingo Doce a uma escala gigantesca”

retirada do i

Vasco Pulido Valente recebe o i no sábado à noite, na sua casa da avenida de Paris, para onde se mudou há pouco tempo. Vive no meio de livros e agora está a aproveitar para cumprir um projecto antigo: passar um ano inteiro a ler. Está de volta dos clássicos da revolução francesa, alguns que só se encontram em bibliotecas, porque “foi aí que tudo começou, o que somos hoje”. Fora as crónicas de jornal, não está a escrever nada. Se voltar a escrever um livro será um ensaio político, mas não sobre Portugal.

Marcadores: ,

INSTAGRAMS by @rogerio_barroso